Hérnia de Disco

A hernia de disco atinge cada vez mais pessoas no mundo, e o pilates surge como uma solução com resultados extremamente satisfatórios para quem possui essa doença.


Trata-se de uma patologia da coluna vertebral que causa dor e/ou incomodo. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saude), 80% da população mundial sofrem ou já sofreram com dores de coluna. Desses, de 30% a 40% possuem diagnostico de hernia ou protusão discal. Com relação a população mundial, os números impressionam ainda mais, chegando a quase 15%, ou seja, em torno de 800 milhões de pessoas.


A maior parte atinge indivíduos entre 30 e 60 anos, sendo a maioria homens. Atualmente, vemos esses números aumentando e podemos associar esses dados ao grande avanço tecnológico e o crescente uso de celulares, Ipad, notebook, videogames e computador como ferramentas de trabalho utilizados em posturas e posições inadequadas, aumentando a incidência da doença.


Basta observarmos a posição do pescoço e do tronco de um individuo ao usar o celular para compreendermos os danos causados a nossa coluna. Alem do avanço tecnológico, outros fatores como sedentarismo, obesidade, transporte de cargas muito pesadas e ma conduta em atividades físicas podem causar hérnia.


A hérnia de disco nada mais é do que um deslocamento do disco (estrutura cartilaginosa que fica entre cada vértebra da nossa coluna), causado por uma compressão das vértebras, originando o "escorregamento" desse disco que, por sua vez, comprime diretamente os nervos da coluna, provocando dor. Essa dor pode ser somente local como irradiada para o pescoço e os braços, caso seja uma hernia cervical; ou irradiada para as pernas, caso seja uma hernia lombar.


Para o alivio das dores, os médicos ortopedistas estão cada vez mais indicando a pratica de pilates para seus pacientes. O método atua na melhora dos sintomas a partir do principio da estabilização da coluna por meio da respiração associada a contração da musculatura do CORE (músculos profundos do abdomem e de toda a região do quadril, responsáveis pelo suporte da coluna lombar). Assim, promovem o realinhamento da postura, a redistribuição adequada da carga no corpo e, consequentemente, o reequilíbrio muscular.


Partindo do principio de que a hernia é a compressão discal, é preciso voltar a abrir espaço entre uma vértebra e outra, e fortalecer a musculatura para que a vértebra não retorne a comprimir. Ou seja, podemos realizar exercícios de pilates em uma postura adequada, que promova o afastamento dessas vértebras por meio de uma tração, e ao mesmo tempo, pelo movimento de fortalecimento sem impacto da musculatura alvo, sem que haja compressões em outros grupos musculares.


A fase de alongamentos que o pilates também oferece, se torna fundamental para o trabalho de reequilíbrio muscular.


Marque sua aula experimental gratuita, e se liberte já das dores!

Posts Recentes
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon